segunda-feira, 21 de abril de 2014

Jericoacoara, Feriado de Todos os Amigos, Páscoa e Tiradentes


Quem tem amigos nunca está sozinho! (disse um amigo filósofo)




No final do ano de 2013, eu estava programando as minhas férias para ir ao Chile em Janeiro 2014. A segunda parte ou o saldo de 11 dias eu ainda não tinha idéia do que fazer. Mas eis que de repente no final de setembro, surgiu uma proposta da minha amiga Lívia, de São Paulo. Conhecer Jericoacoara no feriado de Páscoa. Um feriado que emendaria com o feriado de Tiradentes, ou seja de 18 a 21/04, 04 dias. Eu topei na hora e já fui vendo as passagens, pois tinha milhagens da Gol para dar um fim. E seria a oportunidade de encontrar a minha querida amiga que conheci em Bonito-MS no ano de 2011.

E foi uma idéia tão boa. A Lívia teve a adesão de 23 pessoas, antes de fechar o ano. Foi bom começar o ano de 2014 com boas expectativas de viagem, que dependo dos feriados, por causa da pós-graduação em mestrado todos os dias  de sábado.

- Primeiro Dia 17/04

Vôo adquirido, pousada reservada pela Lívia e passagem de ônibus para Jijoca e depois jardineira para Jericoacoara, comecei a semana de férias para organizar tudo e ter tempo para sair e retornar da viagem compatibilizando com o tempo do pessoal de São Paulo que tem vôos diretos em horários após e antes do trabalho no caso do retorno.
Para se ter uma noção do tempo de viagem eu saí no vôo das 07:04 da manhã de Curitiba para conexão em Brasília com saída as  11:30 h e chegada a Fortaleza as 14:00 h. No aeroporto peguei minha passagem de ônibus e jardineira. Às 15:30 h o ônibus da Fretcar me apanhou no aeroporto. Só eu como passageiro, até a rodoviária onde sairia depois às 16:30 h.

Por um tempo sozinho no ônibus para Jijoca de Jericoacoara


Da rodoviária foram seis horas e meia, com uma parada de meia hora para jantar na cidade de Acaraú-CE, no restaurante Castelo Encantado. Depois a troca de ônibus pela jardineira, que lembra um pau de arara  mais ajeitado, em Jijoca de Jericoacoara, para 15 km até a praia de Jericoacoara. Chegando lá uma caminhada de 300 metros com a mochila até a pousada do Véio. Depois de falar com o dono chamado Puça às 23:30 h já estava dormindo.

- Segundo dia, 18/04

Ás 06 horas da manhã o pessoal de São Paulo chegaram na pousada. Como estavam adiantados para o check-in aproveitaram o meu quarto para banho e aguardaram o café da manhã para depois saírem para a praia e descansarem da viagem.

Esse dia foi praticamente de praia, onde depois do almoço eu caminhei com alguns mais descansados até a Pedra Furada. E na volta fomos para outra direção da praia até as dunas para o pôr do sol em meio as nuvens. A noite todos queriam dormir de verdade, depois da mesma jornada que eu fiz no dia anterior.

Pôr do sol visto da duna da praia de Jericoacoara

Fotos do dia

- Terceiro dia, 19/04

Para esse dia a Cris contratou 02 camionetes para nos levar as lagoas Paraíso (primeira) e Azul (segunda). Detalhe é que ela conhece bem Jeri.
O pessoal carregou uma caixa de isopor de cerveja e água para levar em cada camionete. O detalhe é que dividimos em 07 pessoas a carroceria da pick-up e 05 pessoas na cabine dupla. Andar sentado na carroceria foi "punck", para aguentar o percurso de quase 12 km só de ida, até me machuquei nessa. Melhor seria a camionete com bancos na carroceria. Mas foi festa do começo ao fim, com um tempo em cada lagoa durante o dia.



A noite era comer e assistir ao show do Lenine na praça da rua Central sentado no bar Samba Rock para mais música ao vivo.

O cantor Lenine na praça da rua Central

No bar Samba Rock depois do show do Lenine. Muito equilibrio do Silas (no meio da foto
- Quarto dia, 20/04

Nesse dia novamente a Cris contratou os bugues para irmos a Tatajuba percorrer as dunas, descer uma delas de skibunda ou rolando como alguns preferiram.



Na sequência fomos a lagoa de Tatajuba. Como estava armando um temporal as gurias (Lívia, Mari e Gi), que estavam comigo, decidiram voltar a Jeri para almoçarmos num dos bons restaurantes, o Lagosteiro

No cardápio: peixe Delícia (peixe assado com banana e molho branco), bobó de camarão e um vinho Casillero del Diablo Savignon Blanc.



Depois de lá saímos rolando (ops!), caminhando até a sorveteria Gelato e Grano. Aqui só provando porque não tem como falar no blog.

Depois de descansar até o começo da noite, estava programado um Lual na praia. Haviam três tocadores, incluindo esse blogueiro que tocou pelos menos 03 direito. A primeira parte foi de um lado da praia, que tínhamos a concorrência de uma batucada. Então mudamos para outra direção, onde foi improvisado uma luz de vela e espumante (Chandon)  para acompanhar. Logo chegou o Henrique com um repertório de músicas que fizeram a noite muito especial, para um dia que foi de muita qualidade.

Lual na praia de Jeri
Fotos do Dia
- Quinto e Último dia, 21/04

Esse dia foi de praia novamente e com muito sol. Fomos pela manhã na Pedra Furada, caminhando pela parte de cima por causa da maré, que foi bem legal pela vista proporcionada. A diferença é que na primeira vez que eu fui tinha mais gente e agora as fotos no local eram só para nós.



Na volta caminhada e fotos nas dunas, na outra direção da praia. Depois um almoço no restaurante Cantina Tropicana na rua do Forró a base de peixe robalo. E foi batendo uma vontade de ficar mais, porque o sol estava muito bonito. Mas era o último dia e estávamos programados para sair às 16 horas para Fortaleza, onde teríamos o vôo das 2:20 h da manhã para Guarulhos e para mim a saída para Curitiba as 08:40 h.

Fotos do Dia




Comentários da Viagem

Ps. 01 - Sair as 07 horas de Curitiba e chegar as 23 horas em Jericoacoara não é fácil, mas é uma viagem que recomendo.

Ps. 02 - Parar para comer a noite em Acaraú-CE no restaurante e pousada Castelo Encantado pode ser uma boa se você vai chegar tarde em Jericoacoara.

Ps. 03 - Só falta a viagem para Aracajú-SE e fecho todas as capitais do nordeste brasileiro. Pensando nas próximas, como a ida aos cânions do São Francisco na divisa com Alagoas.

Ps. 04 - Jericoacoara é um Parque Nacional gerenciado pelo IBAMA. Lá você só entra de carro se conseguir vencer os 07 km de estrada de areia e tiver estacionamento na pousada. Caso contrário deixa o carro em Jijoca e vai de jardineira ou se passar a estrada de areia deixa o carro no estacionamento na entrada da vila.

Ps. 05 -  Os carros de fora que ficarem na rua de Jericoacoara são multados a todo momento, multa leve. E os carros que transitarem pelas dunas sem autorização são multados pelo IBAMA em torno de 1500 reais.

Ps. 06 - A nossa volta de van para Fortaleza foi muito engraçada. O motorista só reclamava, não de nós, da vida mesmo. As músicas que ele tinha eram de baixo nível. Havia um cd de um grupo que é um tipo de É o Tchan ressuscitado. Bendito mini Ipod que eu levei e funcionou no dvd-car. 

Ps. 07 - Contato para passagem de ônibus e jardineira da Fretcar no aeroporto é a Open Point Turismo . Foram cobrados 73 reais de passagens e serviço com todo o assunto resolvido por email.

Ps. 08 - Duas pessoas com nome de Jesus em plena Páscoa é muita coincidência, mas elas param por aí!

Ps. 09 - Como é possível o pôr do sol no mar em Jeri. A praia de Jericoacoara geograficamente está com a região do Caribe  á sua frente. Assim a duna para ver o pôr do sol posiciona o observador nessa direção.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...